Guia rápido de como enfrentar um divórcio

O processo de divórcio é muito complicado. Portanto, entenda, aqui, como aliviar suas dores

Vai enfrentar um divórcio? Entenda como alivias as dores envolvidas neste processo de separação
Divórcio: você sabe como enfrentar?

 

A princípio, o procedimento para divórcio é simples. No entanto, pode se tornar bastante complexo, uma vez que depende da quantidade de ações anexadas à ação principal. Além disso, outro ponto importante é o casal estar ou não em acordo quanto aos termos do divórcio.

Primordialmente, entender que um casamento acabou é algo que pode te desgastar bastante. Portanto, suas escolhas são decisivas para evitar problemas maiores. Por isso, nós te ajudaremos a entender como enfrentar um divórcio da melhor maneira possível.

Assim, pensando nisso, preparamos este guia rápido de como enfrentar o divórcio no qual você aprenderá:

  1. Como escolher o advogado certo?
  2. Quais atitudes facilitam o processo?

Como escolher o advogado certo?

Então, inegavelmente, a experiência de um processo de divórcio é algo negativo. Por isso, pode acarretar alguns traumas para muitos casais. Assim, por ser um momento de muita fragilidade, qualquer detalhe pode complicar o processo.

Desse modo, uma das escolhas que podem dar mais alívio é escolher o advogado certo para o divórcio, já que um profissional especializado em direito de família está preparado para oferecer todo suporte necessário, independente do seu divórcio ser consensual ou litigioso.

Quais atitudes facilitam o processo?

Então, para te ajudar, listamos as atitudes que podem te ajudar a passar por esse momento de maneira mais tranquila. São elas:

  • Reúna todos os documentos que achar necessário, uma vez que adiantar este passo facilita o andamento e conclusão do processo;
  • Então, caso você e a sua esposa estejam em consenso sobre o divórcio e não tenham filhos menores ou incapazes, o processo pode ser extrajudicial, que é uma modalidade mais rápida e mais barata;
  • Inclusive, caso você queira se divorciar e a outra parte não, você pode dar entrada sozinho no divórcio. Assim, nessa situação, o divórcio será litigioso, pois não há um consenso entre vocês;
  • Além disso, faça uma lista de todos os bens do casal e reúna seus documentos para realizar a divisão de maneira mais rápida. Assim, a depender do regime de bens escolhido, seu advogado pode pedir o bloqueio dos bens para não haver nenhuma venda ou transferência para terceiros;
  • Ademais, caso você não tenha formalizado a união, ainda assim é possível se separar e fazer a divisão de bens. Para isso, basta entrar com uma ação de reconhecimento e dissolução de união estável.

Além disso, sempre é importante lembrar:

  • Para você ter o direito de se casar novamente, é preciso a oficialização do divórcio. Por outro lado, no caso de União Estável, é preciso formalizar o fim da relação;
  • A divisão de bens é obrigatória nos processos de divórcio.

Além disso, é preciso ter em mente que o processo de divórcio litigioso é demorado e varia de acordo com o caso, uma vez que tudo depende das ações do processo e das partes envolvidas. Ou seja, caso vocês tenham muita divergência, o divórcio pode se arrastar por muito tempo.

Por fim, ainda assim, você tem dúvidas sobre o assunto? Então, entre em contato com a nossa equipe jurídica especializada em divórcio para homens e direito de família.

VLV Advogados

Índice


  • Certidão de casamento;
  • RG e CPF de ambos os cônjuges
  • Comprovante de residência
  • Pacto Antenupcial, se houver
  • Certidão de Nascimento dos filhos, se houver;
  • Plano de partilha ou rol de bens a serem partilhados, se houver.
Deixe uma resposta

    © Copyright VLV Advogados - Todos os direitos reservados.