Saiba os 5 conflitos que acabam em divórcio

A relação começou a ficar cada vez mais difícil e você não sabe o que fazer? Então, saiba aqui o que pode levar o seu casamento ao fim

Conheça os 5 principais conflitos que acabam levando sua relação ao divórcio
Saiba quais os conflitos que acabam em divórcio

Seu casamento sempre foi maravilhoso. Você e sua esposa sempre resolveram as brigas da melhor forma possível e, inegavelmente, tinham um relacionamento de dar inveja.

No entanto, de uns tempos para cá, a relação começou a ficar cada vez mais difícil, com atritos que vão de problemas financeiros a brigas por ciúmes, e você não sabe o que fazer.

Então, será que existe algo que você possa fazer para mudar a realidade do seu relacionamento ou o melhor que você pode fazer pelos dois é pedir  divórcio?

Assim, pensando em te ajudar a passar por isso, separamos uma lista com os cinco conflitos que acabam em divórcio:

  1. Convergência sobre ter filhos;
  2. Ciúmes em excesso;
  3. Divergências financeiras;
  4. Brigas por causa do passado;
  5. Traição.

1. Ter ou não ter filhos, eis a questão

Quando duas pessoas se casam, a princípio, elas pretendem construir uma família. Assim, obviamente, elas planejam ter filhos, em algum momento, certo? Nem sempre!

As mulheres estão cada vez mais focadas na própria carreira e, além disso, os gastos com crianças são cada vez maiores. Por isso, alguns casais decidem que não terão filhos. Até aí, não há problemas.

A preocupação então começa quando você quer ter filhos, mas a sua esposa, não; ou vice-versa, uma vez que esse conflito demonstra uma falta de sintonia entre os seus desejos e aspirações e os da sua esposa.

Desse modo, caso os planos de vida de vocês sejam muito divergentes, é provável que vocês se separem, especialmente se você, por exemplo, não estive disposto a abrir mão do sonho de ser pai.

Portanto, nesta situação, é importante perceber quais são suas prioridades e as da sua esposa em termos de planos para o futuro e tentar chegar a um consenso com ela. No entanto, lembramos que você precisa saber quais os seus limites e até que ponto está disposto a abrir mão de seu desejo.

2. Ciúme em excesso

Há quem diga que um pouco de ciúme na relação faz bem, uma vez que o ciúme faz com que o outro se sinta amado e desejado. Porém, tudo em excesso é ruim, e não poderia ser diferente com este sentimento.

Assim, se você é aquele tipo de marido que sente ciúmes até dos galãs de Hollywood, de tal forma que implica quando sua mulher sai sozinha com as amigas, cuidado. As chances dela começar a se sentir em uma prisão e desejar pôr fim ao relacionamento são gigantes.

Confiança é, acima de tudo, a base de qualquer relacionamento. Mas, quando ela não existe, seja por um motivo sério ou não, é hora de dar entrada no processo de divórcio.

3. Divergências financeiras 

Problemas com dinheiro podem desgastar qualquer relacionamento, mas quando uma das partes gasta demais e a outra quer economizar, as coisas podem ficar complicadas.

Desse modo, se você e sua mulher não sabem administrar as próprias finanças, certamente há grandes chances de entrarem em conflitos por conta disso. Se não conseguirem se resolver, então, sem dúvida, o desgaste será muito grande e o divórcio, portanto, uma possibilidade.

4. Brigas por causa do passado

Você e sua mulher, volta e meia, brigam por algo que aconteceu antes mesmo de ficarem juntos? Ou, toda vez que há um conflito, trazem brigas do passado à tona? Cuidado.

Essa atitude, além de desgastar o relacionamento, é um sinal de imaturidade dentro da relação.

Nenhum casamento se sustenta quando, a todo momento, você, por exemplo, aparece para apontar os erros cometidos no passado.

Desse modo, se isso está acontecendo no seu casamento, é muito provável que, mais cedo ou mais tarde, a relação se torne insustentável, e o divórcio uma realidade.

5. Traição

Sem discutir o que leva cada um a trair ou se deve ou não haver o perdão, certamente a traição é um marco muito grande na vida de qualquer casal.

Assim, quando se decide pela continuação da relação, mas não há o completo perdão, é provável que o relacionamento chegue ao fim.

Desse modo, quem decide perdoar, de fato, também decide voltar a confiar plenamente no outro. Logo, se isso não acontecer, haverá ciúme em excesso, um dos  conflitos que acabam em divórcio, e já foi citado lá em cima.

Por fim, se seu casamento está passando por qualquer uma dessas situações, acima de tudo, é importante que converse com sua esposa para decidirem se vão tentar resolver os conflitos ou se a separação é o melhor caminho.

Ainda assim você tem alguma dúvida sobre o que fazer depois de decidir que, quer se divorciar ou, precisa da ajuda de algum advogado? Então, entre em contato conosco e converse com a nossa equipe jurídica especializada em divórcio para homens e direito de família.

Ou, além disso, se preferir, leia os outros conteúdos de nosso blog!

VLV Advogados

Post relacionados

Deixe uma resposta

    © Copyright VLV Advogados - Todos os direitos reservados.