Cônjuge não quer assinar o divórcio: o que fazer em 2021? | SAIBA MAIS

Ninguém é obrigado a continuar casado. Portanto, saiba o que fazer para dar entrada na separação quando sua mulher não quer o divórcio!

Quando uma das partes não aceita assinar os papéis de divórcio, é possível entrar com uma ação judicial para que ele ocorra. Assim, o divórcio será litigioso. Portanto, você e sua esposa passarão por um processo judicial para que possam se separar.

Então, quando você casou, não planejou se separar algum dia. Ao contrário, você e sua esposa idealizaram uma vida cheia de bons momentos. Contudo, com o passar do tempo, brigas surgiram e o casamento pereceu. Contudo, você tem um problema: sua esposa não quer o divórcio.

Assim, muito provavelmente você deve estar se perguntando o que deve fazer agora. Será que ainda pode se divorciar?

Portanto, pensando nisso, preparamos esse artigo no qual lhe explicaremos:

  1. Ganhe tempo e solicite atendimento de um especialista para criar ou ajustar uma estratégia para seu caso. Clique aqui: https://forms.gle/A7nkJRzGMK27k1V46
  2. O que fazer quando uma das partes não quer o divórcio?
  3. O que é divórcio litigioso?
  4. Como funciona o divórcio litigioso?
  5. Precisa de um advogado?

O que fazer quando uma das partes não quer o divórcio?

Quando as brigas aumentam muito, alguns casais entendem que o melhor é cada um seguir o seu caminho. Assim, o processo de divórcio é muito mais simples por ser consensual.

Entretanto, em outras situações, como é seu caso, uma das partes não quer se divorciar e é aí que os problemas começam.

Então, a dúvida que você tem, com certeza, é: como irá acontecer a separação uma vez que a minha mulher não quer o divórcio?

A resposta é simples, mas o processo nem tanto.

Ninguém é obrigado a continuar casado. Por isso, existe o divórcio litigioso, que acontece quando as partes não conseguem chegar a um acordo, seja em relação ao fim do casamento ou a outros pontos do processo de separação.

Portanto, se sua esposa não quer o divórcio, o fim do seu casamento acontecerá na justiça, através da modalidade litigiosa.

O que é o divórcio litigioso e quanto tempo ele dura?

O divórcio litigioso é uma modalidade de separação que, obrigatoriamente, acontece na justiça. 

Além disso, ele é o modelo escolhido todas as vezes que o casal não consegue chegar a um acordo seja quanto a separação em si ou seja quanto a divisão de bens e guarda dos filhos. 

Entretanto, este é um processo desgastante e que não tem um prazo mínimo ou máximo de duração, uma vez que, como sua mulher não quer o divórcio, haverá conflitos entre vocês. 

Assim, a duração do processo acaba sendo maior em relação ao divórcio consensual.

Como funciona o divórcio litigioso?

Cônjuge não quer o divórcio? Veja o que você pode fazer para dar entrada na separação
A escolha do advogado é essencial para casos nos quais o cônjuge não quer o divórcio

O processo de divórcio litigioso acontece por meio de uma ação judicial comum. Portanto, ele seguirá os seguintes passos:

  1. Seu advogado dará entrada na petição inicial, que deverá ser endereçada ao juiz da vara de família;
  2. Em seguida, após acolher a petição, o juiz chamará a sua esposa, para que ela compareça a uma sessão de conciliação;
  3. Então, caso vocês entrem em acordo, o divórcio seguirá consensualmente; 
  4. Entretanto, caso vocês não entrem em acordo, ele a chamará novamente para que apresente sua defesa e explique porque não quer o divórcio;
  5. Por fim, o pedido de divórcio deverá ser concedido pelo juiz, uma vez que ninguém é obrigado a permanecer casado.

É preciso contratar um advogado?

O processo de divórcio, seja ele litigioso ou consensual, deve ser plenamente acompanhado por um advogado especialista em direito de família. Ou seja, é obrigatória a contratação de um advogado em casos de divórcio. 

Portanto, você precisa saber como contratar um advogado de divórcio.

Assim, o advogado de família é o profissional mais capacitado para te ajudar a passar por esse momento emocionalmente desgastante, uma vez que ele irá auxiliar na resolução de conflitos de maneira amigável, mesmo quando sua mulher não quer o divórcio.

Além disso, é necessário lembrar que não existe a dissolução do divórcio. Portanto, tenha certeza de que é isso mesmo que quer, para evitar futuros arrependimentos.

Por fim, ainda assim, você tem alguma dúvida sobre esse assunto? Precisa da ajuda de algum advogado? Então, entre em contato conosco e converse com a nossa equipe jurídica especializada em divórcio e direito de família.

Clique AQUI para solicitar um atendimento com um(a) especialista para criar a estratégia do próximo passo que você precisa dar no seu caso. 

VLV Advogados

Reproduzir vídeo
Deixe uma resposta

    © Copyright VLV Advogados - Todos os direitos reservados.